segunda-feira, 5 de março de 2018

Assédio é crime!



Vou começar esse texto com uma declaração: EU JÁ FUI ASSEDIADA!
Mas essa declaração aos seus olhos deve soar normal, afinal, quem nunca foi assediado?
Segundo uma enquete que eu realizei no instagram, onde 49 pessoas participaram 65% já foram assediados, o que de qualquer forma no mundo atual é até uma margem pequena né? Mas em outra enquete onde questionei quem sofria mais assedio, se era o homem ou a mulher, onde também 49 pessoas participaram, 98% afirmam que as mulheres sofrem mais assedio. Eis então que eu lhe faço uma pergunta, isso também é normal?
Vou contar uma historia a vocês, de uma amiga bastante próxima.

Um dia pela manhã, ela pegou o ônibus que pega normalmente para ir ao trabalho, o ônibus estava vazio, o que não era costume acontecer, vazio de uma forma que tinha apenas UM único lugar para se sentar, e ela sentou, o caminho seria longo, mas ela não sabia o que estava por vir.
Logo atrás dela havia um casal, que desceu no ponto seguinte, logo no inicio do percurso, deixando assim, os lugares vazios, porém, esses lugares logo foram ocupados por dois rapazes que deduzia-se pelos seus trajes que estavam passeando. O percurso continua e um pouco mais a frente entra mais dois rapazes, que por mera coincidência, conheciam os senhores que haviam ocupado os bancos de trás.
O caminho continua e então a conversa começou a chamar atenção dessa minha, amiga afinal, eles estavam falando dela. E a conversa era mais ou menos a seguinte, " Bem que minha mãe sempre me pede pra uma namorada morena dos cabelos claros e curtos sabe? Que gosta de usar calça jeans e blusa de manga que combina com os sapatos brancos." E talvez, naquele momento, ela desejou que aquele ônibus estivesse lotado quando ela pegou para não ter sentado naquele local.
O ônibus segue o trajeto, e o que ela mais temia aconteceu, o local que havia uma senhora regulando seus 45 anos ficou vazio, lugar esse, que era bem ao lado dela, então, um dos rapazes que ainda estavam em pé se sentou, e foi ai que tudo realmente começou a piorar.
Enquanto passava a mão no braço dela ele chamou ela de linda, mais especificamente ele disse "você é linda viu coisinha?" como não obteve resposta ele continuou alisando o braço dela chamando-a e repetindo a mesma coisa, então o único que ainda permanecia em pé perguntou "ei gatinha, qual o seu nome?" Com medo da reação caso não respondesse ela disse "Juliana" sem revelar de fato sua verdadeira identidade.
Então agora eles podiam dar um nome a pessoa, então aqueles dois primeiros, que haviam sentado no banco atrás dela indagaram "Tá indo aonde Juliana?" sem ao menos olhar para trás e a essa altura do campeonato assustada ela respondeu em alto e bom tom "trabalhar", ela simplesmente continuou olhando para frente e sentindo os olhares sob seu corpo. Surgiu então outra pergunta, "Vai descer em qual ponto bonitinha?" Ao olhar o caminho e perceber que não havia mais condições de permanecer ali, ela respondeu "no próximo" e em um segundo ela levantou e pediu licença, achando que finamente tinha se livrado daquele inferno, e foi quando possivelmente o pior aconteceu, o que havia permanecido em pé se aproveitou da situação para passar a mão na bunda da Juliana, enquanto esperava o ponto chegar ela escutou eles comemorarem a conquista do amigo e ao descer, as lagrimas rolaram sob o seu rosto.
Depois desse dia, Juliana nunca mais pegou aquele ônibus, e o máximo que pode, evita sair desacompanhada. E com isso vale eu mencionar uma outra enquete que eu fiz, onde 53% das pessoas confessaram ficar com trauma após serem assediadas.

Moral da historia, não se pode mais sair para trabalhar devidamente vestida, por que, talvez, até assim, você esteja se oferecendo, então eu te pergunto, você ao ler a historia, se sentiu assediado?

DENUNCIE, ASSÉDIO É CRIME, DISQUE 100.

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Seja A Dependência Química De Alguém



Existe alguma coisa em você que mexeu comigo. Eu até hoje não descobri o que foi, mas tenho uma vontade imensa em descobrir o que em você me prende tanto assim, a única coisa que eu tenho certeza é que é algo que você tem.
Nunca consegui ver isso em ninguém, é algo forte e intenso, algo que me leva a um caminho que o único destino é você, só você, as vezes isso é algo que consegue me assustar, mas é só lembrar de todos os "efeitos" que você me causa e eu simplesmente perco esse medo.
Não sei como e também não sei porquê, mas de alguma forma você entrou na minha vida, e não foi um "acaso" do destino, foi algo mais forte, de fato, era para acontecer, era SIM pra você ter entrado na minha vida.
Você tem algo tão viciante, é como se fosse uma droga, tão forte e devastadora. Consegue me fazer um bem tão grande que eu sinto a sensação de prazer toda vez que estou com você, de te sua presença na minha vida.
Você me faz flutuar a cada palavra dita, me faz viajar em um mundo onde só existe nós dois, e mais ninguém. Me faz parecer a pessoa mais egoísta do mundo, quando o assunto é você. Viu o que você fez comigo? Estou completamente dependente de você. Dependente dos seus carinhos, das suas palavras, do seu toque e da sua pegada.
É como se você soubesse o que quero, e o que preciso naquele momento. 
Já me fez chorar com sua ausência, o que me fez sentir uma dor imensa, chegou quase perto do quanto eu odeio sentir ciume de tudo que vem de você. Pode ser criancice, mas eu morro de ciume de você, sinto ciume de quem pode passar o dia ao seu lado, de quem pode estar com você 24H ou quase. 
Todo esse ciume tem um motivo, é o simples fato de eu ter medo. Medo que apareça alguém que queira tirar você da minha vida, acredite, é uma sensação horrivel, é algo que eu não consigo controlar.
Você me tem o tempo todo sabia? Todo o sentimento que está guardado em mim é pra você, afinal, você merece, tudo o que vem de você faz com que eu me sinta melhor. 
O destino trouxe você para a minha vida de uma forma tão inesperada, em uma noite, uma dança, um momento único. Eu imaginava que se tornaria algo muito intenso, mas até hoje me pego sorrindo com a proporção que as coisas foram tomando. 
Os dias estão passando, e até hoje o seu efeito sobre mim vai crescendo. SIM. Eu sou submissa a você, não, existem momentos em que eu não gosto disso. Momentos esses em que eu percebo que você é minha droga, e eu sou sua dependente química.
DROGA! É disso que eu devia te chamar né? Afinal, meu vicio sobre você só faz crescer a cada minuto, e a cada segundo, a cada dia, eu quero mais e mais uma dose de você, mais um pouco desse teu jeito, de suas palavras, e são essas suas palavras que me fazem bem. 
É engraçado, eu posso estar triste com o mundo inteiro, posso me trancar, posso fazer o maior drama "querendo atenção" , todos podem falar comigo, mas eu só vou ficar melhor se "você" falar comigo. 
É um medo ver você indo embora, sabe? Esse medo aqui dentro de mim é não ver você mais na minha vida. Você é uma droga. Me faz viciar a cada dia mais. 
Mas tudo bem, não vou ser egoísta e negar, o efeito que você me causa é o melhor do mundo. 

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Aprenda A Fazer Falta


Sabe aquele momento que a gente cansa? Quando a gente percebe que já fez de tudo, já conversou, já explicou, já avisou e até mesmo já cobrou? Tudo piora quando a gente percebe que nosso investimento virou insistência, afinal é nesse momento que vemos que tudo que somos para a outra pessoa, não significa simplesmente nada e então simplesmente é chegada a hora de sairmos de cena.

Eu andei pensando, para algumas coisas funcionarem nós simplesmente precisamos parar de agir, ficar quietos e deixar tudo fluir no modo piloto automático. Temos que deixar para ver se de fato, vai florescer o que plantamos, então, nos relacionamentos essa é a hora de sumir, parar de ligar, de parar se seguir, tanto na internet quanto na vida externa. Vai ser fácil? Claro que não. Vai acontecer de uma hora para outra? Obvio que não. Mas somente assim, é que você vai estar dando a oportunidade de o seu coração se convencer que algo "de repente" não tem futuro.

É preciso controlar os impulsos. Parece uma coisa simples, mas não é. O fato é, nossos impulsos fazem com que a gente não enxergue as tantas oportunidades de sermos felizes que estão pelo mundo a fora, isso acontece pelo simples fato de nos fixarmos em pessoas que já foram embora.

O que significa fazer falta? Simples, fazer falta é não ligar, não mandar mensagens. É sair para se divertir com os amigos, dar uma caminhada no parque, é simples, você só precisa saber lidar com o fato de que você basta para você mesmo. Fazer falta é você pensar em você mesmo, é pintar a unha de uma cor diferente, é cortar o cabelo, fazer falta nada mais é do que você ser você ser você mesmo.

Nesse tempo que você vai se afastar, vai observar se a pessoa sabe onde se encontrar, e simplesmente, não vai se importar de ela estar conhecendo novas pessoas afinal, se ela conhece muito de suas qualidades e virtudes e não valoriza, é por que não é nos seus braços que ela deve se encontrar. E bom, se isso acontecer, eu lamento informar, mas essa pessoa nunca caminhou ao seu lado, esteve sempre um passo a frente.

Mas, se a pessoa estiver realmente na sua, as coisas são totalmente diferentes. Um momento de autodesvalorização, uma pausa motivacional, simplesmente vai fazer com que tudo se restabeleça, e você vai saber que se restabeleceu, por um simples motivo, ele vai te procurar, e no meio do caminho os sentimentos irão se colidir novamente, como se fosse a primeira vez, então, não vai importar a quantidade de barreiras que vocês já tenham enfrentado, por que no final, você vai colher o que plantou.

Então é isto, nem sempre quem está do seu lado é quem está contigo, e nem sempre quem está ao seu lado, esta com você. Se afaste, seja você mesma, faça falta, e no fim, vai perceber quem sempre esteve ao seu lado. Quando você some, descobre para quem sua presença não é só uma ilusão.

Sumir é arriscado, eu sei, mas também define muita coisa mal resolvida, e no final de tudo, você vai ter respostas que procurou e que não procurou também.

domingo, 1 de outubro de 2017

O primeiro vídeo do canal

Hey peoples!
Eu prometi e dessa vez eu cumpri, o nosso primeiro vídeo já está no ar desde ontem as 19H e vocês não imaginam o quanto eu tô tensa com tudo isso, não sei se vocês vão gostar ou não do vídeo, não sei se vocês vão gostar do canal, mas se tem uma coisa que eu tenho certeza, tudo que eu tô fazendo é de todo meu coração e com o máximo de dedicação que eu tenho.
Nesse primeiro vídeo eu respondi perguntinhas que vocês me fizeram, selecionei as mais perguntadas e mandei brasa. Espero mesmo que vocês gostem.




Então meus amores, espero que vocês tenham gostado do vídeo. E bom, se gostaram corram lá, se inscrevam no canal, deem aquele joinha, comentem temas para os próximos vídeos.
Pensaram que acabou? Claro que não, um sorteio acabou de acontecer e já tem outro vindo por ai, então corre lá no instagram e ativa as notificações por que amanhã as 13H vai ao ar a imagem do nosso novo sorteio.
Espero que possamos seguir em frente juntos, não se esqueçam, Jana ama vocês.
Beijinhos.